Dia do Empreendedorismo Feminino é aprovado e permite construção de políticas públicas ao setor

Em sessão desta terça-feira, 25 de agosto, foi aprovado na Câmara de Jundiaí projeto de lei do vereador e presidente da Casa, Faouaz Taha, que institui o Dia Municipal do Empreendedorismo Feminino (19 de novembro). A data, criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em mais de 150 países, é uma forma mundial de discutir políticas públicas voltadas ao fortalecimento das mulheres no setor empresarial e empreendedor e um meio de permitir avanços em equidade.

Durante a votação, Faouaz lembrou que 24 milhões de mulheres são empreendedoras hoje no País, segundo dados do Sebrae, e 45% delas já são a principal fonte de renda da casa. No entanto, ainda há desvantagens e diferenças salariais, dificuldade no acesso às linhas de crédito que precisam ser reparados, apontou também o vereador. Ele ainda agradeceu à Associação Mulher Empresária (AMEPIC), que sugeriu a discussão do projeto, cujas representantes participaram de Live na semana passada para abordar os desafios do empreendedorismo feminino com o vereador.

“A inserção de uma data no calendário municipal parece simples, mas é uma atribuição do vereador que pode destacar assuntos já desenvolvidos e trabalhados na sociedade civil e que precisam de um respaldo legal para terem ainda maior visibilidade e possibilidade de ações conjuntas com o poder público”, afirmou Faouaz que, por meio de projetos semelhantes, por exemplo, já discutiu na cidade ao longo dos últimos anos questões de saúde mental, prevenção do suicídio, relevância da atividade física e incentivos ao esporte.

Autor Redação Mães de Jundiaí

Redação Mães de Jundiaí

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *