A SAÚDE MENTAL DAS MÃES

Banco de imagem

A sociedade idealiza a maternidade. Entende-se que é uma mãe ruim a mulher que se sente angustiada, incapaz, triste, culpada ou com medo. Este estigma produz dificuldades e impedimentos para que se possa falar disso com suas famílias ou com quem quer que seja.

A saúde mental da mãe é imprescindível para o bom desenvolvimento dos filhos, porém basta a mãe mostrar que precisa de ajuda para contrair uma série de julgamentos injustos e desnecessários.

Essa pressão social que é exercida sobre as mães, em alguns casos, pode ser internalizada pela mulher e ela passa a se sentir muito culpada por não corresponder aos seus ideais e às expectativas alheias.

A OMS estima que 13% das mulheres que acabaram de se tornar mães e 10% das grávidas apresentam alguma condição de saúde mental, principalmente depressão e ansiedade.

Não vemos essas informações o tempo todo na mídia, mas os números são muito significativos. Você sabia que 7 a cada 10 mulheres ocultam ou minimizam sintomas que indicam que sua saúde mental não está bem?

A palavra MÃE é muito poderosa e evoca muitos bons adjetivos, mas a mãe cuida, cuida, cuida. E quem cuida da mãe?

É importante criar assistências maternas. As mães também precisam de cuidados.

Mães também precisam desenvolver estratégias de enfrentamento para promoção da saúde mental, necessitam adquirir resiliência para que se possa lidar com ansiedade e estresse, reduzir medos, viver fora das bolhas de idealização e poder se reconciliar com suas condições humanas e entender que podem ter limites, apesar de todo o amor que transborda pelos filhos.

Se você é mãe e sente que a sua saúde mental não está tão boa quanto você gostaria, saiba que há esperança. Compartilhe o que sente com quem esteja pronto para lhe ajudar e a lhe ouvir de verdade, use da acolhida que o Grupo Mães de Jundiaí proporciona no Facebook, procure ajuda no seu círculo social e considere com muito carinho buscar ajuda de um profissional, afinal, ninguém desenvolve a escuta tão bem quanto um bom psicólogo.

Reginaldo E. Iobbi
Psicólogo – CRP 06/93536
@psi.reginaldo

Autor Redação Mães de Jundiaí

Redação Mães de Jundiaí

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.