O tema da maternidade ganha espaço na tela de cinema do Sesc Jundiaí

Divulgação

Nas terças-feiras do mês de junho, às 20h, o Sesc Jundiaí apresenta na telona três obras cinematográficas que abordam a temática da maternidade sob diferentes contextos e camadas. A seleção de títulos propõe ao público uma reflexão sobre quais as ‘Maternidades Possíveis’ em nossa sociedade hoje. As reflexões sobre o direito de escolha, as relações conflituosas, a devoção, a sobrecarga e a culpa são alguns dos temas que atravessam as mulheres após se tornarem mães e se colocam como pautas urgentes em busca de uma sociedade mais justa.

As sessões são gratuitas, com retirada de ingressos 1h antes, na Loja Sesc.

Confira a programação:


Dia 14/7, 20h

MAR DE DENTRO

Dir. Dainara Toffoli, Brasil, 2020, Drama, 97 minutos
Em Mar de Dentro acompanhamos a história de Manuela (Mônica Iozzi), uma publicitária de sucesso que se vê diante de uma gravidez não planejada. Por pressão do namorado (Rafael Losso), a profissional respeitada segue com a gestação e precisa aprender a lidar com a transformação de seu corpo e de seu cotidiano, além de aprender a ser mãe. A trajetória de Manuela, aborda o quanto as convenções conservadoras em uma sociedade patriarcal podem ser nocivas, quando definem a maternidade como a finalidade de toda mulher, ou ainda um sinônimo de completude pessoal – e quando a ideia da criação dos filhos se mostra como uma imposição ao percurso das mulheres na sociedade.

Dia 21/7, 20h

COMO NOSSOS PAIS

Dir. Laís Bodanzky, Brasil, 2017, Drama, 102 minutos
O longa brasileiro assinado por Laís Bodanzky é estrelado por Maria Ribeiro no papel de Rosa. A atriz encarna uma mãe de família que não dá conta de equilibrar um casamento em crise, os desafios profissionais e a criação das duas filhas. A relação entre a personagem e sua mãe também ganha espaço, o que coloca em pauta perspectivas da maternidade em diferentes fases.


Dia 28/7, 20h

DANÇANDO NO ESCURO

Dir. Lars von Trier, Dinamarca, 2000, Drama, 139 minutos
Dirigido por Lars von Trier e com a cantora Björk e a atriz francesa Catherine Deneuve no elenco, o filme Dançando no Escuro é um musical que conta a história de uma mãe solteira que faz de tudo pelo seu filho. Selma é uma imigrante tcheca que tenta juntar dinheiro para uma operação para livrar seu filho da cegueira.

O que é necessário para acessar a unidade: 

Em caso de atividade que exija ingressos, será necessário apresentar o ticket com QR code na entrada do evento.

O uso da máscara é recomendado durante a permanência na unidade. 

Autor Redação Mães de Jundiaí

Redação Mães de Jundiaí

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.