Jundiaí é escolhida para projeto-piloto de gravação de canções autorais feitas de mães para filhos

Divulgação

Jundiaí foi o Município escolhido para a implantação no Brasil de um projeto-piloto baseado na iniciativa internacional chamada Lullaby (canção de ninar, em inglês). Com o objetivo de promover a saúde materna, o desenvolvimento infantil e o vínculo entre famílias e crianças por meio da música, o projeto surgiu no Carnegie Hall, em Nova York, e é voltado para a composição e gravação de canções autorais, feitas de mães para filhos, de famílias em situação de vulnerabilidade social.

A ação é uma proposta do Instituto Alana e conta com o financiamento da Fundação holandesa Bernard Van Leer, renomadas instituições e importantes parceiras de Jundiaí na implantação de políticas públicas para a Infância no Município, por meio da Rede Urban95 da qual o Município faz parte.

Em Jundiaí foram selecionadas neste momento oito famílias residentes no Jardim Sorocabana e acompanhadas pelo programa Criança Feliz.

“As mães selecionadas participarão de série de encontros aqui na Fábrica das Infâncias Japy. Elas terão de compor uma canção na forma de presente para um de seus filhos, que poderá guardá-la pelo resto da vida. Acreditamos na potência da música, na importância do resgate de memórias e da criação de vínculos para o desenvolvimento infantil. Por isso esta canção será uma espécie de carta que esta mãe irá escrever ao filho para que ele a leia no futuro, quando e quantas vezes quiser”, explica Adriana Biancolini, coordenadora do projeto.

Na Fábrica das Infâncias Japy, as mães serão acompanhadas por integrantes da Banda Alana, vinculada ao Instituto, e com direção de Raquel Franzim, realizarão exercícios vocais, alongamentos, técnicas de percussão corporal, resgate de memórias e, finalmente, a gravação. O acompanhamento será feito pelo compositor Matheus Crippa; pela produtora audiovisual e cantora Danielle Logarinho, que é uma das formandas da banda; pela também coordenadora, a musicista e regente Silvanny Sivuca, que integra a banda do cantor Emicida, a banda Lucio Mauro e Filhos do programa “Caldeirão” da Rede Globo e o Bloco carnavalesco “Me Lembra que Eu Vou”, o Projeto conta ainda com a produção de Janaína Kudo e Henrique Manchuria.’

Autor Redação Mães de Jundiaí

Redação Mães de Jundiaí

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.