Autocontrole: Deixe o barro secar!

Imagem da internet

Será que ter autocontrole é importante desde pequeno?? Veja essa história.

Certo dia Lucas ganhou um livro de sua tia. O livro era lindo e os dinossauros pareciam sair do livro a cada página virada.

Muito feliz, levou o livro no dia seguinte para mostrar a todos seus amigos. Pedro, seu melhor amigo, pediu para que levasse o livro para casa para ler e mostrar para seus pais. Disse que devolveria no dia seguinte.

Lucas ficou em dúvida, mas como era seu melhor amigo, decidiu emprestar.

No dia seguinte, Pedro não apareceu na escola. Lucas ficou preocupado e sem saber o que fazer.

No mesmo dia a tarde, a irmã de Pedro levou o livro na casa de Lucas. O livro estava sujo e com diversos dinossauros rasgados.

Lucas ficou chocado e quase não acreditava em que via. Chorando e muito nervoso, desabafou: “Está vendo mamãe, o que o Pedro fez comigo? Emprestei o meu livro novo e ele estragou tudo! Totalmente descontrolado, Lucas queria ir à casa de Pedro para pedir explicações.

A mamãe de Lucas, com muito carinho, ponderou:  Filho, lembra daquele dia quando você saiu com seu sapato novo todo branquinho e um carro, passando, jogou lama em seu sapato?

Ao chegar à sua casa você queria lavar imediatamente aquela sujeira, mas a vovó não deixou. Você lembra do que a vovó falou? Ela falou que era para deixar o barro secar primeiro, disse Lucas, pois depois ficaria mais fácil limpar.

Pois é, meu filho! Com a raiva é a mesma coisa. Deixa a raiva secar primeiro. Depois fica bem mais fácil resolver tudo.

Lucas não entendeu muito bem, mas resolveu ir para a sala ver TV. Logo depois alguém tocou a campainha. Era Pedro, todo sem graça, com um embrulho na mão. Sem que houvesse tempo para qualquer pergunta, ele foi falando: Lucas, sabe aquele menino mau da outra rua que fica correndo atrás da gente? Ele veio querendo brincar comigo e eu não deixei. Aí ele ficou bravo e estragou o livro que você havia me emprestado. Quando eu contei para a mamãe ela ficou preocupada e foi correndo comprar outro livro igualzinho para você. Espero que você não fique com raiva de mim. Não foi minha culpa.

Não tem problema, disse Lucas, minha raiva já secou.

E, tomando seu colega pela mão, levou-o para o quarto para contar a história do sapato novo que havia sujado de barro.

Que essa história te inspire a segurar seus ímpetos e deixar o barro secar para depois limpá-lo. Conte-a a uma criança e lembre-se que inteligência emocional e uma boa conversa sobre os sentimentos devem sempre estar presente no dia a dia em uma família.

Que tenhamos um mundo com mais empatia e amor!

Letícia

@desemburre

Autor Leticia Schmidt

Mãe do Rafael de 13 anos e da Amanda de 10, formada em Letras e Pedagogia com Pós-graduação em Ensino e Aprendizagem de Língua Inglesa. Atualmente mora com a família no México e participa de um trabalho voluntário como contadora de histórias para escolas públicas da região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.