Fluxo nos PAs deve ser somente de pacientes em atendimento

Divulgação

Tendo em vista que a pandemia covid-19 ainda não acabou e o surto de gripe H3N2 em algumas regiões do país, as equipes dos Prontos Atendimentos Hortolândia (exclusivo para síndromes gripais), Retiro, Central e Ponte São João, orientam a população para que o fluxo a essas unidades seja exclusivo a pacientes que necessitam de atendimento médico, evitando assim o acompanhamento desnecessário e eventuais aglomerações.

Conforme a legislação vigente, é permitido o acompanhamento dos pacientes em consultas para menores de 18 anos, maiores de 65 anos e pacientes com deficiência e/ou necessidades especiais. “Temos percebido que alguns pacientes têm se dirigido a essas unidades com dois, três ou mais acompanhantes, o que acaba por expor essas pessoas a riscos desnecessários, lembrando que ainda não superamos as síndromes gripais”, destaca a coordenadora dos PAs, Maria Claudia Piccolo Barbosa.

Apesar das unidades adotarem todos os protocolos de segurança, disponibilizando álcool gel, não permitindo o acesso sem uso de máscara de proteção e orientando para que seja mantido o distanciamento, é muito importante que a população faça sua parte.

Autor Redação Mães de Jundiaí

Redação Mães de Jundiaí

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.