Jundiaí supera indicadores internacionais de imunização contra COVID-19

Divulgação

Enquanto Estados Unidos da América (EUA) completam 58,7% da população vacinada completamente contra a COVID-19 e o Brasil 59,4%, Jundiaí, se fosse um país, estaria entre os primeiros colocados, com 77,02% entre toda a população já imunizada com duas ou dose única contra a doença. Abaixo da Espanha (79,1%) e da Coreia do Sul (77,2%) e acima do Japão (75,2%), da Itália (73,5%), França (68,7%) Reino Unido (68,4%) e Alemanha (67,4%), Se o recorte for somente entre a população adulta (cerca de 340 mil pessoas), Jundiaí supera os 91,5% do público adulto já vacinado completamente.

Às vésperas de completar 10 meses de vacinação, o município já aplicou 712 mil doses de imunizantes entre primeiras, segundas, doses únicas e doses de reforço entre a população, até sábado (13). Para avançar ainda mais, contudo, é necessário que a população que tenha alcançado os períodos necessários para as aplicações de segundas doses e doses de reforço, compareçam aos postos de vacinação para completar o esquema e a cidade atingir a chamada ‘imunidade coletiva’, ou imunidade de rebanho.

“Jundiaí começou a campanha de vacinação no dia 21 de janeiro, com aplicação aos profissionais de Saúde da linha de frente do combate à pandemia. Alcançar dados relevantes como os apresentados é fruto de trabalho intenso e dedicação das equipes para oferecer as vacinas para todos. Quanto maior o percentual imunizado, maior é a proteção da população mais vulnerável e menores são os riscos do desenvolvimento das formas graves da doença”, comenta o prefeito Luiz Fernando Machado.

Comparativos

Jundiaí, de acordo com dados do site VacinaJá, do Governo do Estado de São Paulo, está entre as cidades com mais de 400 mil habitantes, entre as primeiras colocações em aplicação. Santos, que tem porte equivalente, apresenta 88,4% da população vacinada; Piracicaba aparece com 85,7% e Jundiaí com 87,4%. São Paulo, com mais de 12 milhões de habitantes, apresenta 88,2% de vacinação. Mogi das Cruzes tem a equivalência em população geral da cidade, mas apresenta 78,6% da população vacinada. Os dados são da manhã deste domingo (14).

“Existem estudos que indicam a necessidade de percentuais acima de 70% da população completamente imunizada para evitar que os vírus permaneçam em circulação. Com relação à COVID-19 e sua transmissibilidade de larga escala e extremamente fácil, é essencial que mais de 95% da população esteja completamente imunizada para reduzir a circulação do vírus. Por isso, aqueles que ainda não buscaram pela sua dose, o façam, o quanto antes, para que possamos superar mais essa etapa da pandemia”, orienta o gestor da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) Tiago Texera.

Segundo dados da Vigilância Epidemiológica (VE), cerca de 20 mil pessoas são esperadas para a recepção da segunda dose do imunizante e apenas um terço das pessoas com 60 anos ou mais aptas a receber a terceira dose, ou dose de reforço, buscaram pela aplicação. “Se todos fizerem a sua parte, Jundiaí conseguirá alcançar os 95% da população vacinada ainda neste mês de novembro”, adianta o gestor.

Autor Redação Mães de Jundiaí

Redação Mães de Jundiaí

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *