10 Lições que a pandemia deixou para a educação

Divulgação

Em março de 2020 o Brasil se viu diante de um novo e assustador momento: a quarentena e o isolamento devido à pandemia do Covid-19. E os estudantes foram severamente afetados com o fechamento das escolas e a adaptação das aulas online.

Cintia Pedrisa, coordenadora do Ensino Fundamental do Colégio Divino Salvador listou dez lições que este novo momento deixou para a educação dos alunos e o que podemos levar de aprendizado de tudo isso.

  • Os estudantes passaram a ter mais autonomia e responsabilidades nos estudos e, com isso, serem protagonistas da sua rotina escolar;
  • A valorização da presença tanto dos professores quanto dos próprios alunos dentro da escola;
  • Professores e alunos viraram grandes parceiros das tecnologias em benefício dos estudos, aprimorando técnicas de ensino e aprendizado com os recursos disponíveis;
  • Os pais e responsáveis tiveram papel fundamental no processo de aprendizagem dos filhos;
  • A inovação contínua e o uso das tecnologias a favor da educação, com novos métodos e possibilidades de ensino;
  • A valor da coletividade e a colaboração se mostraram ainda mais necessárias, a importância de estar com o outro, interagir com os colegas;
  • Na escola, o potencial de autonomia das crianças é trabalhado com muito mais propriedade;
  • A parceria entre pais e escolas nunca foi tão reforçada como agora, e a ideia é que se permaneça assim devida fundamental importância;
  • A aproximação da relação entre o ensino e a aprendizagem à distância entre equipe escolar e responsável pelo aluno, com comunicação diária e orientações pontuais e coletivas, refletindo o engajamento pedagógico;
  • O estímulo às novas linguagens, com currículo focado no letramento digital e conhecimentos advindos de experiências virtuais.

A verdade é que a pandemia ficará marcada na memória e deixará grandes ensinamentos para pais, alunos e educadores. “A adaptação aos novos modelos de ensino veio de uma maneira repentina e impositiva, mas com certeza deixará bons frutos para a educação das novas gerações”, conclui Cintia.

Autor Redação Mães de Jundiaí

Redação Mães de Jundiaí

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *