Agosto Dourado: Entenda qual a importância desse mês

Divulgação

O agosto dourado é o mês que promove, incentiva e apoia o aleitamento materno. Neste mês é ressaltado a importância da amamentação e o quanto ela deve acontecer para o desenvolvimento do bebê. Nele são realizadas diversas ações para influenciar a amamentação e mostrar todos os aspectos positivos que ela traz. Além disso, também é dado o apoio as lactantes que estão tendo dificuldades nesse período. 

O mês recebe esse nome, pois segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) o leite materno é como um “alimento de ouro” e extremamente essencial para a saúde dos nenéns. Como a cor do ouro é dourada, agosto  recebeu esse nome. O dia mundial da amamentação é comemorado no dia 1 de agosto e dá início a Semana Mundial do Aleitamento Materno (SMAM).

A influencer e mãe de Beatriz, Tata Estaniecki fez uma publicação no Instagram 1º de agosto – Dia Mundial da Amamentação. Bibi tem 1 ano e 3 meses, seguimos por aqui. ❤️ amor maior no mundo, não há!”. Na legenda do reels de Tata, ela influencia a amamentação e mostra o quanto há amor a fazer essa ação, mesmo que ela tenha passado muitos desconfortos nos primeiros meses da filha. 

A amamentação traz inúmeros benefícios para a criança. Entre eles estão: um maior contato com a mãe, reduz os riscos de doenças alérgicas, ajuda no desenvolvimento do sistema imunológico, fortalece a arcada dentária, auxilia a uma melhor nutrição e também ajuda a diminuir em 13% a mortalidade infantil ate os 5 anos. 

Além de trazer vantagens para o bebê, traz também para a mãe e elas são: a facilidade para desinchar e perder peso após o parto, diminuição do risco de câncer de mama e de ovário, menor chance de desenvolver diabetes tipo 2, ajuda a prevenir doenças cardiovasculares e também cria vinculo materno. 

O leite materno é exclusivo e essencial até o sexto mês e nele tem todos os nutrientes necessários que o bebê precisa para crescer e se desenvolver. Após esse período é iniciado a introdução alimentar e outras fontes de vitaminas são introduzidas na rotina da criança, mas o leite materno ainda é super importante

A nutricionista infantil Camila Garcia, especialista em introdução alimentar diz “Até 1 ano a amamentação vem primeiro que os alimentos sólidos e após 1 ano isso é invertido e assim os alimentos sólidos são o principal alimento e o leite materno é um complemento”. Camila também complementa dizendo ser recomendado que a amamentação aconteça até os dois anos, trazendo mais nutrientes para a criança.

A amamentação pode ser um momento doloroso para muitas mulheres. Os desafios que elas podem enfrentar são: fissuras e rachaduras nos seios, também o secamento do leite, a pega errada dos recém-nascidos e entre outros.  

A youtuber Tata foi uma das mulheres que sofreu muito com essa fase nos primeiros meses de sua filha, pois teve machucado nas mamas e o leite dela “empedrou”, mas” eu nunca pensei em desistir” diz a influencer em relação à amamentação. 

Autor Redação Mães de Jundiaí

Redação Mães de Jundiaí

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *