Segredos para ampliar o vocabulário de uma criança

Imagem: Freepik

Você já parou para pensar como nosso vocabulário é amplo?

Provavelmente você irá entender tudo o que está escrito neste texto, mas será que aconteceria o mesmo se estivesse lendo um processo redigido por um advogado ou ainda um diagnóstico médico?

Como professora de inglês, sempre pesquisei, estudei e criei diversas maneiras de ampliar o vocabulário de meus alunos e, claro, memorizá-los e fazê-los colocar em prática.

Confesso não ser nada fácil!

Tenho certeza de que muitos de vocês aprendem ou já aprenderam outros idiomas e sabem que esta tarefa é um aprendizado sem fim e que requer muita dedicação.

Lembro-me de uma vez quando morava na Alemanha e meu filho, de três anos na época, precisou fazer um exame.

Após realizá-lo, fui até o consultório pegar o resultado para levá-lo para que a pediatra do Brasil pudesse ver também.

Quando cheguei lá, me deparei com a secretária que só falava alemão (a outra secretária que falava inglês estava de férias na ocasião).

Posso dizer-lhes que foi um apuro! Não conseguia me comunicar com ela de nenhuma maneira. Naquela época, não tínhamos a facilidade de um Google tradutor ou de enviar o exame por e-mail.

A solução, no meio daquele caos com a filha de nove meses já impaciente no carrinho e meu filho de três anos correndo pelo consultório, foi ligar para meu marido e pedir ajuda!

Passei meu celular para a secretária conversar com ele e, finalmente, consegui que ela me entregasse o exame! Foi um apuro!

E por que estou contando essa história? Para comprovar que todo e qualquer vocabulário é importante e que não devemos desperdiçar nenhum aprendizado. A falta de palavras ou a má interpretação delas pode nos levar a situações bem delicadas.

Pensando nisso, vou deixar aqui algumas dicas que podemos utilizar para ampliar o nosso vocabulário. (seja ele em qualquer idioma).

1-) Faça listas com as crianças e as leia com frequência. Sugestões: lista de brinquedos, de itens que usamos na cozinha, no banheiro, lista de profissões, de adjetivos, de palavras começadas com uma certa letra, enfim, use a imaginação e instigue a criança a querer aprender cada vez mais.

2-) Se a criança for pequena, tenha o costume de narrar tudo que está fazendo. Essa técnica irá fazer com que a linguagem seja adquirida com mais facilidade por ela.

3-) Leia livros e insira novas palavras no vocabulário da criança. Anote-as e use no dia a dia.

4-) A última dica será uma brincadeira! Faça de conta que você veio de outro planeta e não sabe o significado de palavras simples, como cadeira ou chocolate. Peça para a criança te explicar esses vocábulos como se fosse um dicionário. Invertam os papéis e divirtam-se.

Não se esqueça que o aprendizado deve fazer parte da sua rotina! Você é o primeiro e o melhor professor de seu filho!

Quanto mais estimularmos e incentivarmos as crianças, melhor será para a vida e o futuro delas!

Um abraço

Autor Leticia Schmidt

Mãe do Rafael de 13 anos e da Amanda de 10, formada em Letras e Pedagogia com Pós-graduação em Ensino e Aprendizagem de Língua Inglesa. Atualmente mora com a família no México e participa de um trabalho voluntário como contadora de histórias para escolas públicas da região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *