Transforme a vida em brincadeira

Imagem: Freepik

Promessa é dívida e aqui estou para começarmos nossa jornada de um dia a dia mais fácil com os filhos em casa.

Para começar a driblar os enroscos do dia a dia, nada como uma boa dose de bom humor. Ter filhos é a ponte que faltava para voltarmos à nossa infância, reencontrarmos nossa criatividade e nossa capacidade de transformar tudo em brincadeira.

Eu sei que pode parecer trabalhoso e cansativo para nós, que já trabalhamos e nos cansamos o dia inteiro, mas eu posso garantir que é um trabalho mais leve e mais efetivo do que gritar, argumentar repetidamente e perder a paciência.

Corte as frutas com formas divertidas, use corante alimentício para um banho colorido e animado. Faça uma competição para ver quem consegue vestir toda a roupa de frio primeiro, ou quem guarda mais brinquedos. Coloque músicas para marcar o tempo.

Dê nomes mais interessantes para as coisas. Por aqui, frango à milanesa é o “frango do Homem de Ferro” e os tomates cereja são nossas “joias do infinito”. O remédio homeopático virou “as bolinhas mágicas”.

Quando preciso fazer alguma coisa importante, temos uma “missão especial” que só um “verdadeiro herói” pode cumprir.

Pratique pequenos momentos de loucuras controladas, como tomar banho de meias ou almoçar um pique nique no meio da sala.

Curta o momento, aproveitando para fortalecer o vínculo e a conexão com as crianças. Esteja presente de corpo e alma nessas atividades. Permita-se a diversão. Brincar libera endorfina, reduz o estresse e a irritação, ativa memórias afetivas e restaura a nossa atenção.

A brincadeira é a principal linguagem da criança. É por meio do brincar que ela se comunica, entende o mundo, internaliza seus aprendizados e treina suas capacidades. Falar a língua deles é o jeito mais fácil de conseguir ser compreendido e atendido.

Autor Bárbara Caparroz

Mãe do Joaquim, Educadora Parental, comunicadora social e estudante de pedagogia. A maternidade me virou do avesso, mas foi assim que a vida me permitiu olhar para dentro de mim mesma e chegar onde estou hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *