Mundo das Crianças será um dos espaços utilizados para o retorno das aulas em Jundiaí

Imagem: Divulgação

O Mundo das Crianças, espaço inaugurado pela Prefeitura de Jundiaí no último dia 14, vai ser utilizado pela Educação do município para receber os alunos no retorno das aulas, previsto para acontecer no dia 1º de fevereiro.

A utilização do espaço recém-inaugurado foi falado durante uma reunião de plataformas realizada pela administração para discutir o planejamento de retorno às aulas no município ontem (18).

Usar espaços livres na educação das crianças é uma das metas para que o retorno das aulas aconteça efetivamente, uma vez que a pandemia da Covid-19 ainda permanece em todo o mundo. O foco será no desenvolvimento híbrido, preconizando atividades em áreas ao ar livre e visando o desemparedamento da escola.

Segundo a Educação, serão utilizados espaços abertos da própria unidade escolar e equipamentos públicos que estejam em sua região. “Estamos atuando em plataforma, discutindo a educação com diferentes gestores, o que traz sempre mais qualificação para o serviço público”, explicou o gestor de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi. “A nossa proposta é que toda a rede municipal esteja pronta para receber os alunos com estrutura adequada, segurança e os protocolos sanitários funcionando.”

Questões como segurança, sinalização de trânsito, zeladoria e alimentação estão entre as abordadas. Ao todo, Jundiaí conta com 108 escolas municipais que têm recebido melhorias no interior da unidade e no seu entorno, como nas praças e demais equipamentos públicos próximos.

A gestora de Educação, Vastí Ferrari Marques, explicou que já estão ocorrendo reparos no interior de algumas escolas. Outro assunto abordado por ela foi a alimentação. Com a volta às aulas, as crianças passarão a se alimentar nas unidades escolares. “Mesmo que a criança não esteja no seu dia de ir para a escola, dentro do escalonamento proposto, ela poderá ir ao local para se alimentar.”

Retorno
Cada unidade escolar definirá as atividades conforme a realidade da comunidade que atende, inclusive respeitando os segmentos atendidos, com foco nos cuidados e proteção e desenvolvimento global, especialmente em áreas de vulnerabilidade. 

As aulas serão retomadas com organização das turmas, com aulas em períodos intercalados entre presencial e remoto e preservando o limite de até 35% do número de alunos de cada escola, com duas horas e meia por dia durante o mês de fevereiro, havendo monitoramento semanal sobre o cenário. O calendário atende à necessidade dos 200 dias letivos. 

Entre as crianças menores de 3 anos, a retomada de atividades será feita com base na realidade de cada unidade escolar, prezando pelo cuidado e segurança das crianças. Cada escola irá preparar a adaptação dos bebês com atividades ao ar livre para família e criança. As estratégias ficam a cargo de cada unidade, considerando os ambientes e possibilidades.

Para a retomada, todos os educadores realizaram treinamento específico e os materiais de proteção foram adquiridos para o uso, bem como álcool em gel e sabonete líquido, além dos equipamentos de proteção individual para cada servidor, levando em consideração as especificações de cada cargo.

Autor Kadija Rodrigues

Editora do Portal Mães de Jundiaí, mãe do Raul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *