Novo Ensino Médio traz mudanças para 2021

Imagem: Divulgação

“Creio que com um estudo voltado para a minha área de interesse eu estarei mais bem preparada para realizar os vestibulares e com um conhecimento mais abrangente sobre o curso que pretendo fazer”, avalia Giulia Cardoso Perussi, de 15 anos, que está concluindo o Ensino Fundamental no Colégio Divino Salvador e já sonha com a faculdade de medicina. “Ainda avaliando se humana ou veterinária”.

Saber que em 2021 ela vai poder cursar o Ensino Médio já com a nova base curricular deixa a aluna do 9º ano empolgada. “Minha expectativa é que com este novo sistema, além das matérias comuns a todos e essenciais, eu poderei também obter mais conhecimento e consequentemente melhor desempenho nas áreas que eu gosto e pretendo focar no futuro. Um ensino de qualidade que me ampare nos meus projetos posteriores à escola”.

E para parte dos alunos de Jundiaí, o Novo Ensino Médio já passa a ser realidade no próximo ano. A partir de 2021 o Colégio Divino Salvador inicia efetivamente a nova base curricular para alunos ingressos do 1º ano. A estrutura curricular será renovada e terá uma proposta pedagógica inovadora. Além disso, cada estudante poderá desenvolver as competências essenciais para viver e conviver em sociedade.

De acordo com o coordenador do Ensino Médio, Rodrigo Lopes de Oliveira, essa vai ser uma oportunidade de abrir novos caminhos que vão permitir uma formação mais personalizada. “No Divino Salvador a formação geral para todos os alunos será feita por meio de 12 componentes divididos em quatro áreas, utilizando o material COC. Nosso foco será eficaz para as conquistas nos vestibulares e Enem”.

Ele explica que o aluno também poderá escolher uma das quatro áreas de conhecimento do itinerário formativo, para aprofundar seus estudos: linguagens e código, ciências da natureza, ciências humanas e ciências exatas. “Além da formação geral, que será para todos, cada aluno escolherá uma trilha de aprofundamento. Isso será feito a partir das suas próprias aptidões, talentos e interesses. Para nortear as escolhas, vamos orientar os alunos, para que eles possam planejar, desenvolver e executar o seu projeto de vida”.

Rodrigo ainda ressalta que o Colégio conta com o Serviço de Orientação Educacional (SOE) e o Núcleo de Formação Humana e Apostolado. “Estes recursos, juntos à coordenação e professores vão ajudar o aluno com um trabalho individualizado, para que ele seja capaz de traçar objetivos e metas não só para a vida acadêmica, como também para a pessoal e profissional”.

Para Maria Isabel Gut, coordenadora do SOE, o novo Ensino Médio vai dar uma referência para escolher a profissão. “Não que eles não possam mudar sua alternativa, isso é possível. Mas é importante reforçar que existem alunos com competências mais desenvolvidas em uma determinada área. Então ele pode fazer sua seleção e ter uma qualidade de aprendizagem melhor, e naturalmente ele enfrentará a escolha profissional com uma bagagem mais assertiva”.

Ela explica que essa possibilidade vai proporcionar um melhor entendimento da área escolhida. “Em sua maioria, os alunos deixavam para pensar no vestibular e fazer suas escolhas no último ano. O Novo Ensino Médio vai despertar os interesses muito mais cedo e eles terão mais tempo para amadurecer as suas opções, abrindo portas interessantes”.

Outra novidade são as disciplinas eletivas no contraturno escolar, que vão complementar a formação dos alunos.

Autor Redação Mães de Jundiaí

Redação Mães de Jundiaí

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *