Jundiaí cria Central de Monitoramento COVID-19

A partir da próxima semana, todos os casos suspeitos do Novo Coronavírus até então acompanhados pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Jundiaí passam a ser acompanhados pela Central de Monitoramento COVID-19 durante todo o período determinado pelo médico, durante o atendimento nos equipamentos de Saúde municipais. O serviço especializado foi montado em sala da Fundação TVE, no Complexo Argos, e tem capacidade para o gerenciamento de 500 casos por dia. A centralização é uma medida de intensificação do monitoramento, fundamental para o controle e bloqueio da pandemia da COVID-19, que em Jundiaí está em situação de desaceleração, porém, no mundo vivencia nova onda de contaminação.

“A intenção é ampliar as informações conseguidas a partir deste trabalho, já que as ligações serão para todos os pacientes, conforme as especificidades de cada caso. Dessa forma, garantimos não somente o acompanhamento da evolução do caso, seu encaminhamento em tempo oportuno caso haja complicações, além de reforçar a necessidade do isolamento necessário da pessoa com sintomas e dos comunicantes, desta forma se quebra a cadeia de transmissão do vírus”, explica o coordenador técnico do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC) e gestor da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) Tiago Texera.

O gestor lembra que, por ser uma Central, as ligações para os telefones de contato deixados no momento do atendimento serão de números diferentes, portanto, é importante que os usuários atendam as ligações para o acompanhamento adequado dos casos.

Outro diferencial a partir da Central será a adição de novas informações ao banco de dados de acompanhamento. A intenção é garantir o máximo de parâmetros a respeito do caso, inclusive em relação aos comunicantes para identificar se desenvolveram algum sintoma característico.

A equipe tem capacidade para realizar 500 ligações por dia. Atualmente existem 372 pessoas em monitoramento por suspeita ou confirmação de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

Com a centralização e as demais ações determinadas pelo CEC como o rastreio precoce com ações realizadas nos territórios, testagem e acompanhamento dos casos confirmados e suspeitos, Jundiaí intensifica o monitoramento, rastreamento e o bloqueio dos casos da COVID-19. As ações reforçam a necessidade da manutenção das medidas sanitárias, de isolamento e distanciamento social, além do máscara para evitar a contaminação e disseminação do vírus, que permanece em circulação e ainda sem vacina aprovada ou medicação de tratamento específico.

Autor Redação Mães de Jundiaí

Redação Mães de Jundiaí

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *