Filhos melhores para um mundo melhor!

Ei, mãe, me responde aqui embaixo: qual seu maior desejo para o seu filho?

Dentre tantas as respostas possíveis (que ele seja feliz, tenha saúde, prospere…), dez em cada dez mães concordam com a seguinte afirmação: queremos para nossos filhos um mundo melhor! Mais justo. Mais seguro. Mais humano.

Não é mesmo?

Talvez, em algum momento, você tenha sentido seu coração apertadinho. Será que vai dar jeito? Será que esse mundo vai chegar?

Eu já senti esse aperto. São 7 anos (intensos e incríveis) maternando e eu já senti que tinha feito tudo ao meu alcance e precisei contar um pouquinho com o “seja o que Deus quiser” pra este trilho não sair do caminho. E a gente chegar lá. Juntas.

Mas a verdade é que, em determinado momento, eu me deparei com o conceito da Primeira Infância. E foi como puxar um fiozinho que não tinha mais fim! Era encantador! E me trouxe muitas respostas.

Eu entendi o poder (e a responsabilidade) que eu tinha em minhas mãos. Os recursos vinham de dentro pra fora, era a minha mudança de olhar pra criança. A escolha de novas palavras. Era um convite pra descer do salto e aprender mais do que ensinar.

É durante a Primeira Infância, dos 0 aos 6 anos, que as crianças estão criando sua percepção de mundo e nós, pais e educadores, abrimos a janela para este descortinar de percepção. O afeto e o brincar são ferramentas importantíssimas para a criança entender seu lugar no mundo e a dinâmica das relações!

Uma criação afetuosa é segura para a criança. Ela sente que pode errar, fazer perguntas, discordar. De maneira respeitosa, ela entende que não existe um único caminho. E há tanta beleza nisso!!!

O brincar livre (aquele brincar que não é direcionado por um adulto) ajuda a processar o que a criança viveu durante o dia, auxiliando até na diminuição do stress (tá com filho em adaptação escolar? Experimenta brincar por 15 minutos com toda sua atenção plena dedicada à este momento…sem celular, sem distração. Brincar relaxa!).

Conhecer sobre a potência da criança na Primeira Infância empodera! Ajuda a encontrar  leveza no maternar. E sem dúvida, nos enche de responsabilidade (e mil possibilidades concretas) para criarmos filhos melhores para um mundo melhor!

Vem comigo?

A jornada da primeira infância é linda!!! Vamos falar muito sobre isso aqui e no Maternar360!

Um beijo!

Até o mês que vem!

Autor Clarissa Belotto

mãe da Manu e da Nina, publicitária, idealizadora do projeto Maternar360 - Conteúdo | Vivências | Clube de Descontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *