A sexualidade e a maternidade

A chegada de um bebê é uma fase de renascimento para o casal, uma vez que junto dele nasce um pai e uma mãe .

Ambos terão suas rotinas pessoais transformadas e é natural que a rotina sexual desse casal se altere também.

É um grande desafio aprender a lidar com a nova rotina e com o cansaço, e conseguir alguns momentos juntos também .

É muito comum a queixa da diminuição da frequência de momentos de intimidade, e do distanciamento como um todo, já que as atenções ficam voltadas para no bebê.

A relação mamãe-bebê é complexa e passa por um período natural de “simbiose”.

Mas mesmo durante esta fase, é importante que a mãe dê espaço para a participação ativa do pai, para que ela não se sinta sobrecarregada com os cuidados com o bebê .

Quando o casal deixa a rotina e o cansaço falarem mais alto é muito comum acontecer um certo distanciamento que com o tempo pode se tornar um problema para o casal.

Nessas horas a comunicação é fundamental . Deve-se falar abertamente sobre o assunto , para que o casal possa , junto , identificar o que está acontecendo e buscar alternativas para retomar a intimidade na relação.

É importante que a mulher não tente lidar com este tema sozinha uma vez que a “culpa” não é dela. Quanto mais entendimento o casal tiver sobre sua realidade sexual, mais fácil é para encontrar uma solução.

Só assim para sobrar tempo e energia para o casal estar junto, compartilhando prazer e intimidade. A vida sexual também precisa de atenção e cuidado, para o casal não se perder ao longo da experiência de maternidade e paternidade.

O casal não deve se acostumar a ser apenas mãe e pai. Eram homem e mulher antes do bebê então devem dedicar um tempo e um espaço de forma criativa para estarem juntos em intimidade e privacidade.

Muitas mulheres se revolucionam sexualmente depois da maternidade. Porque se libertaram para si mesmas e para seu prazer. Se reconectam com seus corpos de forma intensa e querem viver sua vida sexual com autenticidade.

E quando conseguem contar com um parceiro que acolhe esta transformação, um parceiro em quem confiam e podem se entregar verdadeiramente, a relação muda para muito melhor.  O renascimento do casal é um acontecimento muito bonito pós maternidade, e quando o casal consegue buscar esta experiência, se torna mais forte e menos abalável.

Autor Patrícia Carvalho

mãe da Lorena, Ginecologista e Obstetra na Casa Humanna

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *