Empreendedorismo: workshop ensina como encantar e fidelizar clientes

Ser dono do próprio negócio é parte da vocação do povo brasileiro. Em 2018, dois em cada cinco brasileiros entre 18 e 64 anos estavam à frente de uma atividade empresarial ou tinham planos de ter um negócio, segundo a pesquisa GEM (Global Entrepreneurship Monitor) que contou com o apoio do Sebrae.

De acordo com o estudo, aproximadamente 52 milhões de brasileiros em idade produtiva estavam envolvidos com alguma atividade empreendedora no ano passado. Mas, mais do que estar envolvido com o seu próprio negócio, é preciso mantê-lo vivo e rentável, o que se torna um dos grandes desafios de quem começa empreender. E um dos pontos mais importantes para que sua empresa cresça é ter na ponta do lápis como trabalhar estrategicamente nas
áreas de atendimento e financeira.

É por isso que as empreendedoras Vivian Nunes da Caon Soluções Práticas e Juliana Souto da JS Soluções Administrativas se reuniram para ensinar, de maneira prática e rápida, como dar uma guinada no seu negócio. “As empreendedoras têm dificuldade de agir estrategicamente nas áreas de atendimento e financeiro; observamos durante as prestações de serviços que o básico de atendimento e financeiro é carente até em negócios lucrativos e em franco crescimento, o que indica que são empresas que poderiam crescer e se fortalecer ainda mais se estivessem trilhando o caminho de forma mais estruturada”, comenta Vivian.

Esse caminho mais estruturado será ensinado por elas no Workshop Gestão Comercial e Financeira que acontece dia 16, das 9h às 12h, no Coworking Acalanto. Toda mulher que tem um negócio ou pensa em iniciar um empreendimento está convidada a participar. Segundo Vivian, as estatísticas mostram que as mulheres agem impulsivamente pela emoção e não analisam com clareza todos os cenários nos quais estão inseridas, principalmente no âmbito financeiro.

Na programação, Juliana falará sobre organização da vida em geral e financeira. “Também vamos listar as maiores dificuldades encontradas pelas empreendedoras e pensar em possíveis soluções”, diz. Os participantes também vão trabalhar, de forma conceitual, seis pilares para um atendimento de excelência que encante e fidelize os clientes. “O pulo do gato estará nas atividades práticas que permitirão montar um esqueleto do que seria o ideal na área de
atendimento propiciando a tomada de ações”, explica Vivian.

Afinal, os consumidores de hoje buscam atenção e produtos cada vez mais adequados a sua realidade. Mais do que adquirir um produto ou serviço, as pessoas desejam perceber um valor agregado. “Não raro vemos empreendedoras perdendo oportunidade de encantar seus clientes por não compreenderem suas necessidades, é extremamente importante conectar-se com eles e entender o que precisam para daí desenvolver uma solução especial. Manter o elo
de ligação é um desafio diário que só pode ser superado com organização e disciplina na área de atendimento”, explica Vivian.

Um exemplo clássico de desorganização é ausência de um cadastro de clientes. “Já conversei com muitas empreendedoras que simplesmente não tinham informação nenhuma sobre seus clientes, além do número de celular que conversam pelo Whatsapp”, comenta Vivian ao completar: “Quem consegue acompanhar a vida do seu cliente através de um cadastro bem estruturado sai na frente na elaboração de campanhas, lançamento de produtos e
levantamento de possíveis negócios”.

Elas acreditam que o principal desafio seja manter um método e um processo bem estruturados que passe credibilidade, principalmente porque a empreendedora está sozinha e precisa encontrar tempo para atender, produzir, fazer marketing, organizar pagamentos e recebimentos, além de desenvolver produtos.

E o pouco caso por parte de quem está atendendo é a maior reclamação dos clientes. Vivian conta que sempre ouve dos clientes das empreendedoras que não recebem retorno de orçamento ou demoram demais; que recebem informações incompletas ou por partes, o que dificulta o entendimento do processo e por fim, o não cumprimento do que foi combinado na negociação.

E não pense que essas dicas serão apenas para o seu negócio. Certamente muito do que for falado no workshop também servirá para a sua vida pessoal. “Para a saúde da vida financeira ir bem tanto na sua vida pessoal e o negócio ter sucesso é preciso traçar os objetivos, ter organização e planejamento”, explica Juliana.

Ficou interessada em como melhorar o seu negócio? Então não deixe de participar desse workshop. Faça a inscrição aqui ou pelas redes sociais @caonsolucoes ou @js.adm.

Autor Kadija Rodrigues

Editora do Portal Mães de Jundiaí, mãe do Raul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *