Como nossas avós pariam? Entenda sobre parto ativo!

O termo parto ativo é relativamente novo (o Movimento pelo Parto Ativo foi fundando em abril de 1982), mas o conceito é mais antigo do que se pensa.

Como nossas avós pariam? Já parou para pensar?
Existem grandes diferenças entre parto normal e parto ativo.
Parto ativo é o processo de parir em que a mulher é protagonista, principal responsável pelo nascimento do seu próprio bebê.  Seus instintos dirão o que e como fazer. A mulher tem livre arbítrio para escolher qual a melhor posição para parir e como ela irá permanecer e se movimentar e até mesmo comer durante o trabalho de parto, permitindo que na maioria das vezes as intervenções sejam poucas. Ou seja, ela “ dita as regras”.
Além disso, a mãe é a primeira a pegar o bebê no colo e amamentar nos primeiros minutos de vida (amamentação na primeira hora de vida do bebê é muito importante, porque além de fortalecer o vínculo, ajuda na expulsão da placenta e na contração uterina , prevenindo hemorragias e o cordão só é cortado após parar de pulsar .
Ou seja, parto ativo é aquele em que a mulher é protagonista das próprias escolhas amparada por uma equipe tecnicamente preparada para assistir a ambos, mãe e bebê, sem que esse processo sofra interferência.
Portanto , é possível vivenciar a experiência do parto de forma positiva através do parto ativo , basta se informar e se empoderar.

Autor Patrícia Carvalho

mãe da Lorena, Ginecologista e Obstetra na Casa Humanna

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *