Acabaram as férias e agora? Como voltar a rotina?

Imagem: Divulgação

Normalmente quando as crianças voltam das férias os pais ficam com medo que os pequenos vão dar trabalho nos primeiros dias de aula. Porém, isso é mais comum do que se imagina. O processo da readaptação costuma ser um pouco complicado, afinal, as crianças passam um tempo longe da escola e dos amiguinhos.

Aqui vão algumas dicas que podem auxiliar os pais neste momento:

1 – Dificuldade de acordar

Durante as férias a tendência é que as crianças acabem saindo do horário de hábito e acordem um pouco mais tarde. O primeiro passo é retornar, gradativamente, a rotina do período escolar. As crianças que estudam de manhã, por exemplo, podem ter mais dificuldade com o horário de acordar, sendo assim, a dica é reajustar aos poucos o horário que ela acostuma acordar para ir a aula.

2 – Readaptação

Outro passo importante é deixar claro para a criança que há uma parceria entre ela, sua escola e sua família, assim a criança se sentirá confiante e feliz em voltar. Hoje em dia, a formação dos profissionais que atuam nas escolas é mais completa e aperfeiçoada. A maioria das escolas conta com equipes de coordenadores pedagógicos, orientadores educacionais e psicólogos para ajudar os papais nesse processo.

3 – Vínculos afetivos

Também é válido que seu filhote se vincule emocionalmente aos professores, aos funcionários e que tenha amigos na escola. Ele precisa sentir que aquele espaço também lhe pertence e se sentir bem para ter prazer de ir à escola, não só por causa das pessoas que dela fazem parte, como por tudo o que acontece por lá.

4 – Reativando a memória

A melhor estratégia é reavivar a memória da criança, com todas as coisas bacanas que está acostumado a fazer na escola: os jogos, as brincadeiras, os colegas e até as músicas cantadas em sala de aula. Crianças a partir dos 3 ou 4 anos, que já possuem vínculo com os colegas, podem ficar empolgados com a possibilidade de dividir suas experiências de férias com os amigos.

 

Com informações da Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *